Ibitinga, Quarta, 20 de Janeiro de 2021
Apimentado
Seção do jornal impresso do Folha de Ibitinga, que relata a Sessão de Vereadores
Seção Apimentado, publicado na edição 578 de 28 de novembro de 2020.

Preocupação

   Na última Sessão Legislativa, da terça-feira 24, a vereadora Alliny Fernanda Sartori Padalino Rogério (MDB) se mostrou preocupada com a saúde da população. Na Sessão, um projeto de lei, de sua autoria, foi aprovado e visa a criação de um mapa de contágio da dengue em Ibitinga, a ser divulgado pela prefeitura. A lei foi aprovada pelos vereadores e o projeto está a espera para se tornar lei, segundo site da Câmara de Vereadores.

Sem preocupação

  Um dia antes da Sessão Legislativa, na segunda-feira 23, a vereadora Alliny NÃO se mostrou preocupada com a saúde da população. Ela divulgou nas redes sociais, que esteve no Centro de Especialidades de Ibitinga, e lá registrou a sua visita em fotografias. As fotos revelaram que a vereadora abraçou diversos pacientes, contrariando as recomendações do Governo do Estado, via decreto do Plano São Paulo de ações de enfrentamento a COVID-19. O motivo da visita também não foi revelado.

Distanciamento

  Desde o início da pandemia da COVID-19, em marco desde ano, os decretos municipais alertam para o isolamento social e para o distanciamento, a vim de evitar a proliferação do vírus. Justamente, em uma unidade de saúde, a vereadora (que deveria ser um exemplo) abraçou diversas pessoas que lá estavam, desrespeitando o distanciamento (de no mínimo 2 metros entre as pessoas), e o isolamento (comparecer em locais públicos de aglomeração só em necessidade justificada). Não se tem notícia que a vereadora foi contaminada pelo coronavírus, ou se acabou apenas transmitindo a proliferação do COVID-19 entre os diversos abraços que deu nos pacientes e funcionários daquela unidade.

Rigor da lei

  Em maio deste ano a vereadora já tinha se mostrado com preocupação, com a saúde pública da população, ao propor um projeto de lei para punir as pessoas diagnosticadas com COVID-19, e que não respeitam o isolamento domiciliar. O projeto de lei apresentado pela vereadora em maio, foi retirado de tramitação, neste mês de novembro, a pedido da própria vereadora.

Indicou

  Na Sessão Legislativa do último dia 10 de novembro, a vereadores Alliny Sartori propôs, em forma de uma indicação para a prefeita, para que seja aplicado, em forma de lei, sanções dispostas, para que sejam cumpridas imposições, caso haja descumprimento das obrigações (de isolamento e distanciamento) dos infectados pelo COVID-19.

Só no papel

  Em resumo, a preocupação com a proliferação da COVID-19, que a vereadora Alliny se deu neste ano, foi só algo no papel, e não foi algo respeitado 'presencialmente'.

Dengue

  Já no caso do projeto de lei do mapa da dengue, a proposta é que o projeto prevê que os nomes das pessoas diagnosticadas com a doença, os endereços dos mesmos, seguirão em anonimato. 

Divulgação

  Segundo o projeto da vereadora Alliny, o mapa da dengue, se implantado, deve indicar os locais de incidência, frequência, e intensidade das incidências. Como a aprovação do projeto não mencionou data para a implantação, não se sabe quando poderá ser acessado.

comentários Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Folha de Ibitinga
Conheça um pouco mais sobre nós.

leia mais
redes sociais Acompanhe-nos em nossas redes sociais.
whatsapp (16) 98135-4546

Todos os direitos reservados © Folha de Ibitinga 2021 - contato@folhadeibitinga.com.br - telefone: (16) 98135-4546