Ibitinga, Sexta, 14 de Dezembro de 2018
Eleitores da Califórnia recusa a liberação da maconha
O total de 56 % da população foi contra a liberação da droga

   Cidadãos eleitores da Califórnia rejeitaram nesta terça-feira a possibilidade do estado legalizar a venda e o consumo de maconha. Segundo os idealizadores da iniciativa, a legalização seria a fim do uso recreativo. O uso da droga para fins medicinais, já é autorizada no estado. Através de um referendo, eleitores decidiram abolir a idéia de libera o consumo de maconha.

   A proposta batizada como “proposta 19”, se aprovada, deixaria o Estado da Califórnia em duas situações bastante diferentes. A boa é a arrecadação de impostos com a venda da droga, que é vista como algo que iria ajudar o estado se distanciar da política econômica pós crise que vive hoje os Estados Unidos. A má situação é o desacordo do estado da Califórnia com as leis federais e o governo de Barack Obama, que havia prometido em campanha que iria lutar contra a proliferação da maconha e processar quem cultiva a droga no país. Grupos que apóiam a medida também pediram que eleitores considerassem a receita gerada pelo comércio da maconha, estimando 14 bilhões de dólares em vendas anuais ao Estado, receita que poderia ser tributada, especialmente no momento em que a Califórnia vive um profundo déficit orçamentário.

    Antes de saber até onde a liberação da droga poderia atrapalhar a sociedade americana, 56% dos americanos disseram não a maconha, contra 44 % a liberação do uso aos jovens acima de 21 anos, como prevê a proposta 19. Lideres de outros estados também poderiam liberar a droga uma vez seguida pela Califórmia, como aconteceu em 1996. Neste ano a Califórnia liderou a nação com um referendo aprovando o uso da maconha para fins medicinais e outros 13 Estados acabaram aprovando a medida, todos inspirados pela brecha da lei do uso medicinal da droga.

   Lideres de outros países também comentaram o assunto, como o presidente do México que repudiou a possível legalização da droga. Pela luta contra a droga o México recebe ajuda financeira dos Estados Unidos. No ano de 2009, foram divulgados que o México recebeu dos Estados Unidos cerca de 214 milhões de dólares em um pacote de ajuda ao combate às drogas, incluindo fundos para cinco helicópteros militares, os quais foram entregues ao Departamento de Estado do México.

    Entre prós e contras, foram argumentadas a questão da saúde pública e os danos causados pelo uso da droga. Outro argumento usado pelos que apóiam a liberação da maconha foi a diminuição da ação dos traficantes, se a droga fosse liberada.

comentários
Folha de Ibitinga
Conheça um pouco mais sobre nós.

leia mais
redes sociais Acompanhe-nos em nossas redes sociais.
whatsapp (16) 98135-4546

Todos os direitos reservados © Folha de Ibitinga 2018 - contato@folhadeibitinga.com.br - telefone: (16) 98135-4546