Ibitinga, Quarta, 21 de Novembro de 2018
Escolas tentam combater obesidade infantil
Proibição de levar refrigerantes e guloseimas é uma das medidas para o combate à obesidade nos pequenos. Projeto que proíbe cantinas em escolas da cidade aguarda votação

 

17/03/2010 - A obesidade atinge 15 % das crianças brasileiras, segundo um estudo publicado pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia. Por esse motivo, muitas escolas aderiram ao combate do problema.

Algumas escolas da capital têm adotado como forma de conscientização dos alunos a abordagem durante aulas de disciplinas como ciência e matemática.

Ainda como forma de evitar a obesidade entre as crianças, guloseimas e refrigerantes são proibidos, e quem leva esses itens para a escola não pode comê-los. Além disso, as crianças levam um bilhete para casa, a fim de lembrar os pais das regras do colégio.

Os pequenos que levam algum desses alimentos são orientados a comer apenas uma parte, e se há, na lancheira, fruta, iogurte e bolachas recheadas, a criança é estimulada a consumir primeiramente a fruta e o iogurte, e reduzir o número de biscoitos recheados.

Em Ibitinga, o vereador José Romildo dos Santos (DEM) apresentou, em 23 de fevereiro deste ano, um projeto de lei que proíbe o funcionamento de cantinas em todas as escolas do município. O projeto ainda está em votação.

Na batalha contra a obesidade infantil é importante que em casa as crianças não sejam incentivadas a comer sem restrições, pois dessa forma fica mais difícil controlar a alimentação delas na escola.

 

comentários
Folha de Ibitinga
Conheça um pouco mais sobre nós.

leia mais
redes sociais Acompanhe-nos em nossas redes sociais.
whatsapp (16) 98135-4546

Todos os direitos reservados © Folha de Ibitinga 2018 - contato@folhadeibitinga.com.br - telefone: (16) 98135-4546