Ibitinga, Quarta, 19 de Setembro de 2018
Quadrilha de furto de gado é presa em Presidente Alves
Após investigações, Polícia Civil de Presidente Alves conseguiu identificar 6 membros do grupo; quatro estão presos preventivamente e dois estão foragidos

Após quatro meses de investigações, a Polícia Civil de Presidente Alves (56 quilômetros de Bauru) conseguiu desarticular uma quadrilha especializada em furto de gado que agia na região. Dos seis homens identificados, quatro estão presos preventivamente e dois são considerados foragidos.

No último dia 30 de janeiro, o grupo tentou furtar nove cabeças de gado de um sítio em Presidente Alves. Na ocasião, os criminosos chegaram a embarcar os animais em um caminhão boiadeiro. Na fuga, o veículo parou de funcionar por problemas mecânicos e acabou abandonado no local, junto com o gado.

A delegacia da cidade instaurou inquérito para apurar o caso e, após quatro meses de investigações, que contaram com diligências e serviço de inteligência policial, identificou seis homens envolvidos no crime. A pedido da Polícia Civil, todos eles tiveram a prisão preventiva decretada pela Justiça de Pirajuí.

“Apurou-se que dois autores do crime, L.P.R.S., 26 anos, e D.R.S., 23 anos, tratavam-se de caseiros da fazenda vizinha ao sítio local do furto, sendo incumbência destes o levantamento das informações necessárias para o cometimento do crime”, explica o delegado Luciano de Barros Faro, assistente da Delegacia Seccional de Bauru.

“Com tais referências privilegiadas, arquitetaram com o restante da associação, os indivíduos W.S.C., 30 anos, M.M., 30 anos, e V.C.M., 46 anos, para, na data dos fatos, dirigirem-se ao local do crime, situado em uma área rural de difícil acesso, a fim de praticarem a subtração das cabeças de gado”.

Falso furto

De acordo com o delegado, o caminhão utilizado na tentativa de furto estava no nome de W.S.C.. Para tentar enganar a polícia e evitar eventual ligação sua com o crime, o investigado registrou posteriormente falso Boletim de Ocorrência (BO) informando que o veículo havia sido furtado na véspera dos fatos.

“A partir desse ponto, qualificamos o restante dos envolvidos, inclusive E.R.G., 26 anos”, conta, que seria responsável por guardar o gado até sua venda. Com o apoio da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Lins, já foram presos L.P.R.S., D.R.S., V.C.M. e E.R.G. Já W.S.C. e M.M. estão sendo procurados.

Faro explica que o grupo agia nas regiões de Bauru e Lins e que a participação dele em outros crimes do tipo segue sob investigação. “Os participantes possuíam divisão específica de tarefas, informalmente estruturadas para a obtenção da vantagem ilícita em proveito de todos”, declara.

JcNet

comentários
Folha de Ibitinga
Conheça um pouco mais sobre nós.

leia mais
redes sociais Acompanhe-nos em nossas redes sociais.
whatsapp (16) 98135-4546

Todos os direitos reservados © Folha de Ibitinga 2018 - contato@folhadeibitinga.com.br - telefone: (16) 98135-4546