Ibitinga, Terça, 17 de Julho de 2018
Médico cubano abandona PSF de Pongaí
Profissional deixou carta pedindo desculpas, agradecendo a recepção dos moradores e orientando município a doar suas roupas para os pobres

Médico cubano do Programa Mais Médicos que atuava no Programa Saúde da Família (PSF) de Pongaí (100 quilômetros de Bauru) desde 2014 abandonou o trabalho na última segunda-feira (8) e viajou para os Estados Unidos. Numa carta deixada na residência onde morava, o profissional desculpou-se pela atitude, agradeceu a recepção que teve e pediu para que suas roupas fossem doadas aos pobres.

De acordo com a assessoria de imprensa da Prefeitura de Pongaí, na segunda-feira de manhã, Jesus Brito Vargas falou para colegas que não iria trabalhar porque não estava bem. Como não apareceu no dia seguinte, funcionários da unidade de saúde foram até a casa dele, mas ninguém atendeu.

Segundo o município, uma chave reserva fornecida pelo proprietário foi usada para abrir o imóvel, que era alugado. No local, além de roupas, servidores encontraram objetos pessoais do profissional e, na cozinha, uma carta onde ele dizia que havia embarcado para os Estados Unidos.

“Nós entramos pensando que tivesse acontecido alguma coisa com ele. Ele não falou para ninguém”, conta a assessoria de imprensa. Em vários trechos da carta, o médico pede desculpas pela situação e agradece a todos pela recepção na cidade, dizendo que foi embora porque foi necessário.

A prefeitura acredita que Vargas tenha tomado esta atitude após reunião onde foi informado de que teria de retornar para Cuba no início de 2017. “Ele não queria voltar. Ele tinha, até então, fé na renovação do contrato”, diz. “Ele estava muito preocupado em relação à economia de Cuba”.

Segundo o Executivo, o médico confidenciou a amigos que tem irmão nos Estados Unidos. “Na carta que deixou, ele falou que foi embora para ajudar a família dele. Aqui no município, ele não deixou prejuízo nenhum. Ele é uma pessoa muito boa, muito querida, que ajudou muito a gente”, afirma.

Providências

A Prefeitura de Pongaí comunicou a coordenadoria do Mais Médicos em São Paulo sobre o fato envolvendo o médico cubano. O Ministério da Saúde também deverá ser notificado nos próximos dias. Pedido de substituição do profissional ainda está sendo avaliado. Apesar da equipe reduzida, o município garante que a população não ficará sem atendimento.

Outros casos

Em 2015, foram registrados casos de abandono do Mais Médicos em Lucianópolis e Agudos. No primeiro, Carla Isabel Peres Maceo deixou bilhete para o namorado avisando sobre a fuga. No segundo, o casal Amarilis Prieto Carballosa e Alejandro Guerrero Gonzalez sumiu sem deixar notícias.

Carta

Na carta deixada na residência onde morava, o médico cubano Jesus Brito Vargas deixou registrado alguns pedidos que gostaria que fossem atendidos. Além de solicitar a devolução ao governo federal do tablet e do carimbo que usava para trabalhar, ele pediu para que suas roupas e objetos pessoais fossem doados para as pessoas pobres
de Pongaí.JCnet

comentários
Folha de Ibitinga
Conheça um pouco mais sobre nós.

leia mais
redes sociais Acompanhe-nos em nossas redes sociais.
whatsapp (16) 98135-4546

Todos os direitos reservados © Folha de Ibitinga 2018 - contato@folhadeibitinga.com.br - telefone: (16) 98135-4546