Ibitinga, Quarta, 15 de Agosto de 2018
Programa Jovem Agricultor do Futuro gera oportunidade para novas gerações
Grupo de 25 alunos, na faixa etária entre 14 e 17 anos, participa de aulas e atividades diversificadas promovidas pelo Sindicato Rural e o Senar-SP

  O Sindicato Rural de Ibitinga e extensão de base em Tabatinga está desenvolvendo junto com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – SENAR-SP e o apoio da prefeitura de Tabatinga, o “Programa de Jovem Agricultor do Futuro”.

  As aulas tiveram início em março e terminam em dezembro. Ao todo serão 600 horas de curso, divididas em cinco aulas por semana, de segunda a sexta-feira.

  O “Programa de Jovem Agricultor do Futuro” conta com 25 alunos e dois instrutores que utilizam metodologias práticas e teóricas. Também acontecem aulas de informática, agricultura, trabalho em equipe, saúde e marketing, realizadas com o auxílio de um   técnico da área, que dá aulas no Acessa SP, programa do governo do Estado com ponto de atendimento em Tabatinga, mantido em parceria com a prefeitura.

  As aulas teóricas são ministradas na escola Professor Paulista e as práticas são desenvolvidas no Asilo de Velhos José Soler.

  Os alunos que participam do programa estudam no período da manhã e chegam por volta de 12h30. Almoçam e tem ainda o lanche da tarde, por volta das 17 h, quando as atividades são encerradas.

   Matheus Eduardo Inoque, 15 anos, acha o programa interessante. “É meu primeiro ano de curso e particular-mente estou aprendendo muito. Gosto das aulas teóricas, pois aprendemos cada detalhe antes de colocar em prática.” conta. Lucas Augusto Mariano Fernandes, 16 anos, nunca havia convivido com a rotina rural. “O nosso objetivo é ter bons rendimentos e aprender cada vez mais. Adoro vir na horta e também tratar dos animais”, revelou.

  Aos 15 anos, Maísa dos Santos de Jesus, não fazia ideia dos cuidados necessários com uma plantação. “A gente aprende bastante e o mais legal de tudo é que saímos para vender nas ruas o que plantamos e as pessoas compram para nos ajudar, o que nos incentiva a ter um futuro melhor”, afirma a jovem.

  Segundo o Instrutor pedagógico, Izaias Vicente do Vale, o projeto teve início em 2015 e tem boa receptividade. “Sou professor das aulas teóricas e Zootecnia. Os alunos cuidam da horta, preparam a terra e todos os detalhes, tanto no cultivo, quanto na colheita das verduras e frutas. O aluno obtém muitos resultados, entre eles, ter um currículo, o que deve, com certeza, gerar oportunidades”, concluiu o instrutor.

comentários
Folha de Ibitinga
Conheça um pouco mais sobre nós.

leia mais
redes sociais Acompanhe-nos em nossas redes sociais.
whatsapp (16) 98135-4546

Todos os direitos reservados © Folha de Ibitinga 2018 - contato@folhadeibitinga.com.br - telefone: (16) 98135-4546