Ibitinga, Quarta, 14 de Novembro de 2018
Fundecitrus pede intensificação de controle de transmissor do greening
As chuvas frequentes de janeiro favoreceram as brotações nas plantas, que atraem os insetos para se alimentar e reproduzir

 O Fundo de Defesa da Citricultura (Fundecitrus) emitiu alerta fitossanitário para chamar a atenção de produtores a intensificar o controle químico da Diaphorina citri, inseto transmissor de greening, principal doença dos pomares. Segundo o órgão, as chuvas frequentes de janeiro, com média de distribuição em 23 dias do mês passado, favoreceram as brotações nas plantas, que atraem os insetos para se alimentar e reproduzir e ainda prejudicou a aplicação de defensivos.

  Em janeiro choveu em média 306 milímetros (mm) no parque citrícola de São Paulo e Minas Gerais, 28% a mais do que a média histórica de 239 mm. Por isso, o Fundecitrus emitiu alertas de pulverizações conjuntas entre 6 e 13 de fevereiro para citricultores que participam do sistema nas regiões monitoradas, com o objetivo de aumentar a eficiência das aplicações e diminuir a incidência do inseto nos pomares."O momento é propício para que o psilídeo (inseto) se multiplique e transmita a bactéria, por isso é necessário intensificar o controle", informou o pesquisador do Fundecitrus Renato Bassanezi.

  Segundo estudo do Fundecitrus, chuvas a partir de 5 mm afetam a eficiência das aplicações de defensivos para o controle do inseto."A ocorrência de chuvas todos os dias dificulta a aplicação, tanto no aspecto operacional quanto no efeito, pois lava os produtos. O indicado é que sejam feitas reaplicações logo após um período de chuvas seguidas para não deixar as plantas desprotegidas e assim diminuir as chances de infecção", relatou o pesquisador do Fundecitrus Marcelo Miranda.

Globo Rural

comentários
Folha de Ibitinga
Conheça um pouco mais sobre nós.

leia mais
redes sociais Acompanhe-nos em nossas redes sociais.
whatsapp (16) 98135-4546

Todos os direitos reservados © Folha de Ibitinga 2018 - contato@folhadeibitinga.com.br - telefone: (16) 98135-4546