Ibitinga, Segunda, 16 de Julho de 2018
Arnaldo Jardim realizou encontro sobre a Aquicultura em Ibitinga
Piscicultores e produtores rurais de maneira geral receberam informações sobre linhas de crédito para fomentar a produção de peixes

  Na sexta-feira (17), o Secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim, esteve em Ibitinga, e participou de uma atividade voltada para o fortalecimento da agricultura na região, promovido pela secretaria, que aconteceu no Auditório do CIEE (Centro de Integração Empresa Escola), no Jd. Natália. O evento foi marcado por diversas atividades, entre elas, uma explanação sobre a aquicultura paulista, ministrada pelo Instituto de Pesca. Ainda o evento tratou de assuntos técnicos voltados para a melhoria da produção rural, como Licenciamento Ambiental, Declaração de Atividade Agrícola, Guia de Transporte Animal (GTA), e instruções sobre Linhas de Financiamento para a Aquicultura, do FEAP (Fundo de Expanção do Agronegócio Paulista).

  “O prefeito é quem vai ter que identificar a aptidão e vocação do município, e as condições para isso”, argumentou o secretário Arnaldo Jardim, sobre a possibilidade de fortalecimento das atividades rurais, nos municípios da região. Para Jardim, o trabalho para ampliar e fortalecer o produtor rural está sendo feito, e entre estes, foi a realização do evento voltado para a atividade de produção de peixes.

   “O evento é um estímulo para o produtor, e para a agricultura. Esse encontro é o reflexo do desenvolvimento das novas atividades agrícolas e da classe dos produtores rurais”, avaliou o presidente do Sindicato Rural de Ibitinga e Tabatinga, Luiz Flávio Pinheiro.

Piscicultura

   “Hoje o que tem é uma produção artesanal”, explicou Frauzo Ruiz Sanches, Secretário Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, sobre a produção de peixes em Ibitinga. Para Frauzo, Ibitinga pode se tornar um 'Polo Produtor' de peixes, e este pedido foi formalizado e entregue ontem para o secretário Arnaldo Jardim. “Hoje estamos reforçando este pedido, para que Ibitinga se torne um polo, com isso vamos desenvolver muito a cultura de piscicultura, inclusive, com o apoio de linhas de crédito do FEAP”, explicou Frauzo. 

 “Estamos começando o processo para conseguir o licenciamento ambiental, para depois começar trabalhar”, explicou Carlos Eduardo Batista, presidente da Associação de Piscicultores de Ibitinga (API). A associação foi criada em 2010, e muda o conceito de atividade extrativista da pesca, para uma atividade de cultivo. Batista recebeu orientação técnica, e espera que com isso possa estar mais próximo da operação legalizada, propriamente dita.  

Parque Aquícola de Ibitinga

  Em 2014 o Governador Geraldo Alckmin, através do Decreto 60582/14, determinou a criação de cinco Parques Aquícolas no Estado; Ibitinga, Bariri, Nova Avanhandava, Promissão e Três Irmãos.

   No dia 15 de dezembro de 2015, o secretário Arnaldo Jardim, e o vice-governador Mário França, assinaram um plano para demarcação desses Parques Aquícolas no estado. A implantação do plano consistiu em elaboração de estudos de impacto, viabilidade econômica, caracterização de reservatórios, e identificação de fatores que influenciam a qualidade de produção da água e dos peixes. O estudo influenciou a sociedade, por meio de consulta pública dos Comitês de Bacias Hidrográficas.

comentários
Folha de Ibitinga
Conheça um pouco mais sobre nós.

leia mais
redes sociais Acompanhe-nos em nossas redes sociais.
whatsapp (16) 98135-4546

Todos os direitos reservados © Folha de Ibitinga 2018 - contato@folhadeibitinga.com.br - telefone: (16) 98135-4546