Ibitinga, Sábado, 17 de Novembro de 2018
Cultivo de tomate em estufa traz vantagens para produtor rural
Associado do Sindicato Rural cultiva tomate em estufa e garante ser uma ótima alternativa para produtos com maior qualidade e valor no mercado

Rico em vitaminas A, B e C, em sais minerais como o fósforo, potássio, cálcio e magnésio, o tomate é um dos frutos mais cultivados e utilizados na culinária em todo o mundo. A produção de tomate em estufas traz grandes vantagens ao produtor rural, como a qualidade, proteção das plantas contra pragas e a utilização de menos agrotóxicos. Outra possibilidade para os produtores são as colheitas dos frutos verdes, pois apresentam mais vida de prateleira, sabor e valor de mercado que os tomates produzidos em campo aberto.

   O associado de Tabatinga, Bento Domingos de Camargo, produz tomate em estufa e no campo aproximadamente um ano. A experiência começou com o produto no campo, em torno de 1.300 pés de tomate da variedade Ravenna. “O preparo do solo é importante. Ter bastante matéria orgânica ajuda a afastar os nematoídes e faz a planta crescer”, informou o produtor.

  Para o cultivo de tomates em estufas, Bento Camargo, relatou que foram necessárias diversas etapas. “Na área do cultivo, que foi de aproximadamente 0,1 ha, foram incorporadas 1,5 toneladas de esterco bovino curtido. O próximo passo foi a formação dos canteiros e colocação de mourões, estacas e fios de arame para hasteamento das plantas. O plantio foi feito com uma haste para fazer as covas de aproximadamente cinco cm e depois as plantas que vem em substrato foram colocadas nas covas. As adubações e aplicação de defensivos sempre foram receitadas por um agrônomo que prestava  consultoria na região, segundo o Sr. Bento. Desse primeiro cultivo foram colhidas 420 caixas de 22 quilos”, contou Bento. Contente com os resultados, o senhor Bento investiu na produção em estufa. Dessa vez, a variedade Cardynna foi plantada, rendendo 500 caixas. “Dentro da estufa, é mais fácil para colocar os arames porque a gente usa as madeiras da estufa. Mas o trato é muito parecido. A estufa protege da chuva e dá para plantar o ano todo. No campo, a hora de plantar é começo de março, quando as chuvas param, depois de uns setenta dias começa a colheita e durante 90 dias, colhe tomate”, pontuou Bento

   O produtor também comentou que para o tomate hasteado ou “envarado”, não há diferença nítida na qualidade ou sabor para os cultivos no campo ou na estufa. A grande diferença está no tomate rasteiro, também plantado no campo, mas inferior em qualidade e por isso mais barato. Durante os meses de plantio no campo, os preços caem por causa da oferta do tomate rasteiro e tende a aumentar de preço quando voltam as chuvas. “No ano passado demorou para chover e os preços continuaram baixos até começo de janeiro”, relatou Bento.

  No entanto, apesar de a produção  de tomates possuir diversas vantagens, este ano, o plantio do Senhor Bento foi completamente dizimado por ataque de bactérias e murchadeira. Ao que tudo indica, está sendo comum essa patologia nos cultivos da região. Contudo, os produtores rurais sempre dão lições de perseverança, encontrando alternativas para os problemas encontrados. “Recentemente, passamos a utilizar uma nutrição controlada das plantas para que as doenças não se alastrem, no mesmo local onde as bactérias acabaram com o cultivo anterior, novos tomateiros surgem nos trazendo esperança”, finalizou Bento.

 O presidente do Sindicato Rural, Luiz Flávio Pinheiro, reforça que o tomate é uma cultura que pode trazer ótimos resultados em termo de rentabilidade para o produtor. Para ele, este caso, assim como de outros associados que também estão produzindo outros tipos de frutas, verduras e legumes, corres-ponde a um belo exemplo da possibilidade de diversificação de culturas.

comentários
Folha de Ibitinga
Conheça um pouco mais sobre nós.

leia mais
redes sociais Acompanhe-nos em nossas redes sociais.
whatsapp (16) 98135-4546

Todos os direitos reservados © Folha de Ibitinga 2018 - contato@folhadeibitinga.com.br - telefone: (16) 98135-4546