Ibitinga, Segunda, 20 de Agosto de 2018
Mondelez anuncia fechamento das unidades em Bauru e Piracicaba
Empresa multinacional vai deixar cidades paulistas até dezembro deste ano. De acordo com sindicato, quase 2 mil funcionários atuam nas duas plantas da empresa em SP. Empresa fala em 1,4 mil trab

A Mondelez International anunciou nesta quinta-feira (1º) que vai fechar as unidades de Bauru (SP) e Piracicaba (SP) por causa de uma "otimização no modelo de produção". 

Segundo o sindicato dos trabalhadores, são quase 2 mil funcionários que devem perder o emprego nessas duas empresas: 800 em Piracicaba e 1.027 em Bauru. Já a Mondelez fala em 800 trabalhadores em Bauru e 600 em Piracicaba, totalizando 1,4 mil profissionais afetados com a mudança. 

A empresa informou que concentrará sua produção em Curitiba (PR) e Vitória de Santo Antão (PE) - fábricas que já operam no modelo multicategoria .

Sobre as demissões, a empresa diz que os trabalhadores vão contar com um plano de recolocação profissional e de transição de carreira. 

"Além dos direitos assegurados pela lei, nossos colaboradores poderão contar também com um sólido plano de recolocação profissional e de transição de carreira. Internamente, a companhia promoverá treinamentos, feiras de emprego e workshops. Em paralelo, havendo vagas abertas, os colaboradores que tiverem mobilidade e perfil compatível às posições serão considerados para transferência." 

De acordo com a assessoria de imprensa da multinacional, as atividades serão descontinuadas gradativamente até dezembro deste ano.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Bauru e Região, Antônio Carlos de Oliveira Matheus, a empresa está entre as maiores em arredação de ICMS de Bauru. 

O anúncio foi feito aos funcionários de Bauru durante uma reunião nesta manhã em uma casa de eventos da cidade. A imprensa não foi autorizada a participar. 

A entrada do estacionamento da empresa na cidade estava fechada e isolada com fitas. A unidade da Mondelez em Bauru funciona no Distrito Industrial I.

Confira a nota da Mondelez na íntegra 

O Brasil é um dos principais motores de crescimento da Mondel?z International e, como o 4º maior mercado do mundo, a empresa continua trabalhando para melhorar seus níveis competitivos. Para garantir um crescimento sustentável e construir uma cadeia de suprimentos de classe mundial, a empresa revisou seu processo de fabricação e decidiu intensificar e otimizar seu modelo de produção com foco em fábricas multicategorias.

Com esta decisão estratégica de negócios, a companhia concentrará sua produção em Curitiba (PR) e Vitória de Santo Antão (PE) - fábricas que já operam no modelo multicategoria. Com esse passo, as unidades de Bauru e Piracicaba (SP) terão suas linhas transferidas e serão gradativamente descontinuadas até dezembro de 2018. Como resultado dessas mudanças, Curitiba e Vitória de Santo Antão serão as duas maiores plantas de produção da companhia na América Latina.

Decisões que afetam nossas pessoas e as cidades onde atuamos são sempre difíceis e essa não é exceção. A determinação não está, de forma alguma, relacionada ao desempenho de nossas pessoas e estamos comprometidos em tratá-las com dignidade e respeito. Além dos direitos assegurados pela lei, nossos colaboradores poderão contar também com um sólido plano de recolocação profissional e de transição de carreira. Internamente, a companhia promoverá treinamentos, feiras de emprego e workshops. Em paralelo, havendo vagas abertas, os colaboradores que tiverem mobilidade e perfil compatível às posições serão considerados para transferência.

Essas mudanças fazem parte da estratégia global da companhia. Desde 2014, a empresa vem analisando minuciosamente sua cadeia de suprimentos com o objetivo de manter a sustentabilidade econômica e a evolução do negócio a médio e longo prazo.

Com essa reestruturação, gomas e balas, chocolates, bebidas em pó, sobremesas e cream cheese serão produzidos em Curitiba, e biscoitos e chocolates em Vitória de Santo Antão. Como são multicategorias, essas fábricas estão assumindo grande importância neste novo cenário, por possuírem localização geográfica favorável e experiência robusta nos processos de fabricação e logística.

A empresa continua comprometida com o Brasil, o maior mercado na América Latina, com operações nos estados de São Paulo, Paraná e Pernambuco e manterá seus programas sociais como o "Ação Saudável", que já atendeu mais de um milhão de pessoas e promoveu a melhora da qualidade de vida em 14 cidades brasileiras. A empresa investiu também globalmente mais de US$ 42 milhões em parcerias comunitárias para expandir o bem-estar nas comunidades próximas às fábricas.

O volume de fabricação da empresa no Brasil permanece o mesmo e os consumidores poderão continuar a apreciar as marcas sem interrupção.

G1

comentários
Folha de Ibitinga
Conheça um pouco mais sobre nós.

leia mais
redes sociais Acompanhe-nos em nossas redes sociais.
whatsapp (16) 98135-4546

Todos os direitos reservados © Folha de Ibitinga 2018 - contato@folhadeibitinga.com.br - telefone: (16) 98135-4546