Ibitinga, Domingo, 21 de Outubro de 2018
CETESB avaliou aterro de lixo de Ibitinga e registra melhora
Dos 7 municípios que fazem limites territoriais com Ibitinga, um foi considerado com aterro inadequado.

  O Inventário Estadual de Resíduos Sólidos Urbanos 2017, produzido pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) e disponibilizado na terça-feira (05), revelou que, dos 7 municípios da nossa microrregião, e que fazem divisa com Ibitinga, apenas um teve os seus locais de depósito de lixo considerado em condição inadequada.

  Ibitinga recebeu a pontuação 9,8 para o Inventário do ano de 2017, voltando o mesmo patamar do ano de 2015. Em 2016, a classificação foi de 9,5.

  O aterro sanitário que recebe o lixo de Ibitinga, um total de 45,12 toneladas de Resíduos Sólidos Urbanos, diariamente, é particular e está localizado em Catanduva. Desde junho de 2011, uma empresa particular venceu licitação para que seja feito o transbordo de todo o lixo do município de Ibitinga até Catanduva.

Cálculo

  O levantamento foi feito a partir de visitas periódicas de técnicos das agências ambientais da Cetesb aos aterros que recebem os resíduos só-lidos de cada cidade. Nesta análise, foram levados em conta aspectos como vida útil do local, estrutura da área, incluindo proteção ambiental, e ocorrências de queima de lixo a céu aberto e de restrições legais ao uso do solo.

  Para ser considerado adequado, o local deve ter Índice de Qualidade de Aterro de Resíduos (IQR) entre 7,1 e 10,0. Aqueles com Índice abaixo de 7,0 foram classificados como inadequados. 

Na microrregião

   Dos municípios que fazem limites territoriais com Ibitinga, como Borborema (7,5), Tabatinga (9,3), Iacanga (7,6), Itajú (8,5), Nova Europa (7,4) e Boa Esperança do Sul (8,0), receberam classificação adequada. Itápolis recebeu a classificação Inadequada, sendo o único da microrregião com menor pontuação: 2,9.

No Estado

  O Inventário revelou que 615 municípios paulistas, o que representa 96% do total do estado, dispõem seus resíduos sólidos urbanos de forma adequada, e 25, ou 4% da totalidade, ainda dispõem de forma inadequada. Em 2016, eram 601 municípios dispondo de forma adequada e 38 inadequadamente.

comentários
Folha de Ibitinga
Conheça um pouco mais sobre nós.

leia mais
redes sociais Acompanhe-nos em nossas redes sociais.
whatsapp (16) 98135-4546

Todos os direitos reservados © Folha de Ibitinga 2018 - contato@folhadeibitinga.com.br - telefone: (16) 98135-4546