Ibitinga, Quinta, 19 de Julho de 2018
Em tempos de Copa do Mundo, proteja seu pet dos fogos de artifício
Cachorros possuem audição 4 vezes mais apurada que humanos. Muitas vezes barulho podem causar pânico e desorientação
Em tempos de Copa do Mundo, proteja seu pet dos fogos de artifício
Cuidados simples podem fazer toda diferença

  Durante o período de Copa do Mundo, é comum a queima de fogos de artifício – prática, porém, que não deve ser encorajada por conta dos riscos de acidentes e queimaduras. Além disso, o barulho dos fogos costuma assustar bastante os animais de estimação, principal-mente os cães e gatos.

 Devido a sua audição muito sensível, ambos detectam o som quatro vezes mais distante do que os humanos. Com isso, podem entrar em pânico e ficar desorientados, e muitas vezes saem correndo desesperados e sem rumo, colocando a própria vida em risco.

  Nessa situações, é recomendado criar um ambiente tranquilo para acomodar os pets nos momentos de  barulho mais intenso. Também ajuda manter janelas fechadas, criar um esconderijo (tipo cabana) com acolchoados para abafar os estímulos  auditivos ou colocar uma música suave tocando num volume que ajude a diminuir o som externo.

    É importante ainda retirar do ambiente móveis ou objetos que contenham partes com pontas ou de vidro e oferecer um petisco ou um brinque- do para desviar a atenção do animal.

 Se puder se antecipar a um momento em que é provável que tenha queima de fogos, antes de um jogo da seleção, por exemplo, é possível minimizar o sofrimento do pet com uma longa caminhada horas antes. A atividade física ajudará o animal a ficar mais relaxado na hora dos fogos.

 Além disso, o comportamento do tutor tem papel fundamental na forma como o animal vai encarar essa situação. O dono deve ter cuidado para não reforçar o medo e tentar passar confiança e tranquilidade na hora de se comunicar com o animal de estimação, buscando agir sempre com naturalidade.

  Em caso de flagrante de maus-tratos, é possível registrar boletim de ocorrência (B.O.), de forma anônima, se for o caso, na Delegacia Eletrônica de Proteção dos Animais (Depa), criada pelo governo do Estado de São Paulo para coibir esse tipo de prática.

comentários
Folha de Ibitinga
Conheça um pouco mais sobre nós.

leia mais
redes sociais Acompanhe-nos em nossas redes sociais.
whatsapp (16) 98135-4546

Todos os direitos reservados © Folha de Ibitinga 2018 - contato@folhadeibitinga.com.br - telefone: (16) 98135-4546