Ibitinga, Sexta, 16 de Novembro de 2018
Saiba como diagnosticar Leishmaniose no seu animal
Depois do registro de um caso de Leishmaniose em Ibitinga, acendeu o alerta; saiba como identificar os sintomas
Saiba como diagnosticar Leishmaniose no seu animal
O médico veterinário Leandro Souza, explica que uma análise clínica pode identificar alguns indícios da doença que pode ser confirmada após exames

  Se por algum motivo o tutor desconfiar que o seu cachorro possa estar com Leishmaniose, só com a ajuda de médico veterinário que poderá confirmar a suspeita, devido a doença não apresentar sintomas antes do estágio avançado.

 “Este é um grande entrave da Leishmaniose, porque o animal convive muito tempo sem apresentar os sintomas”, explica o médico veterinário Leandro C. Souza (foto), da Pronto Vet Clínica Veterinária, que cuidou do primeiro animal diagnosticado com a doença, em agosto. “Quando apresentar os sintomas, não são sintomas característicos, que você vai bater o olho e vai ter certeza que é a Leishmaniose”, explica.

    De acordo com o veterinário, existem duas formas de suspeitas da Leishmaniose Tegumentar Americana; reparar se o animal está com as unhas crescendo rápido demais, e se existem feridas na pele. “Quando formas escaras na pele, a pessoa pode confundir com uma sarna, ou dermatite. Agora aqui em Ibitinga, temos que ficar atento e fazer os exames específicos”, explicou.

  Se o animal começar a emagrecer, mesmo se alimentando bem, é um dos indícios para suspeitar da Leishmaniose Viceral. “Nestes casos vamos para os exames clínicos, com ultrassonografia”, explica. “Se o baço, o fígado ou o rim apresentar lesões, no exame de ultrassom, aí pode fazer os exames, porque já existem suspeitas de Leishmaniose”, explica.

comentários
Folha de Ibitinga
Conheça um pouco mais sobre nós.

leia mais
redes sociais Acompanhe-nos em nossas redes sociais.
whatsapp (16) 98135-4546

Todos os direitos reservados © Folha de Ibitinga 2018 - contato@folhadeibitinga.com.br - telefone: (16) 98135-4546