Ibitinga, Sexta, 29 de Maio de 2020
Escorpião pica criança dentro da sala de aula em Araraquara
Menina foi socorrida pelos pais para a UPA Vila Xavier e o animal foi capturado
Escorpião pica criança dentro da sala de aula em Araraquara

  Uma menina de 10 anos foi picada por um escorpião na sala de aula da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Professor José Roberto de Pádua Camargo, no bairro Jardim Dom Pedro, Zona Oeste de Araraquara, na tarde desta terça-feira (13). 

  Segundo informações colhidas pela reportagem no local, a garota estava dentro da sala quando reclamou com a professora que havia sido picada. Ao procurar o animal, a professora encontrou um filhote de escorpião.  

  O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas os pais da menina, que também foram avisados, preferiram levá-la até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Vila Xavier. É nesta unidade que é feito o atendimento em quem é atacado por este tipo de animal e se necessário é aplicado soro. O escorpião foi capturado e também levado para identificação.

  Segundo informações da escola este é o primeiro caso de incidente com peçonhento, mas há dois meses um escorpião foi encontrado na caixa de energia elétrica. Na época, uma equipe de controle de animais sinantrópicos foi ao local e descartou riscos.  

Outro lado  

   Por meio de nota, a Secretaria Municipal da Educação, por meio da direção da EMEF José Roberto Pádua de Camargo, informou que a unidade escolar, localizada no Jardim Dom Pedro I, seguiu todas as recomendações de prevenção contra escorpiões apresentadas pela equipe do Centro de Controle de Vetores e Fauna Sinantrópica.

   "Infelizmente, na tarde desta terça-feira (13), uma menina de 10 anos, estudante do 4º ano do ensino fundamental, sofreu uma picada de um escorpião amarelo dentro de uma sala utilizada para atividades complementares, como oficinas de artes visuais", diz o documento.
 
   Segundo a nota, o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi rapidamente acionado, mas a própria família decidiu transferir a menina para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Central, onde chegou em bom estado de saúde e ficou em observação.
 
   A Prefeitura afirmou ainda que não foi necessária a aplicação do soro antiescorpiônico. Segundo a administração, a equipe do Centrap (Centro de Tratamento Regional de Acidente por Animais Peçonhentos de Araraquara), que fica na Vila Xavier, foi enviada para a UPA Central para acompanhar o caso de perto. O escorpião foi capturado e enviado para análise.
 
   "A escola encontra-se em boas condições de limpeza. De acordo com a diretora, a última limpeza foi feita há cerca de duas semanas. A unidade seguiu todas as orientações para prevenção ao animal como a instalação de ralos que abrem e fecham, o não acúmulo de folhas e sujeira, dentre outras", justifica a nota.
 
   Ainda de acordo com a Prefeitura, a região onde fica a escola (na parte baixa do Santa Angelina) apresenta esses casos devido a suas características ambientais, já que conta com grande extensão de mata e está próxima ao Córrego das Cruzes. Segundo a administração, a equipe da saúde tem realizado uma série de ações nas proximidades, em especial orientações aos estabelecimentos e residências sobre formas de prevenção.

Araraquara ON

 

comentários
Folha de Ibitinga
Conheça um pouco mais sobre nós.

leia mais
redes sociais Acompanhe-nos em nossas redes sociais.
whatsapp (16) 98135-4546

Todos os direitos reservados © Folha de Ibitinga 2020 - contato@folhadeibitinga.com.br - telefone: (16) 98135-4546