Ibitinga, Terça, 26 de Maio de 2020
2019: Estado de SP confirmou 384 casos de sarampo em 24 cidades
A vacina tríplice viral protege contra sarampo, rubéola e caxumba, está inclusa na rotina dos postos para crianças
2019: Estado de SP confirmou 384 casos de sarampo em 24 cidades

O Estado de São Paulo confirmou 384 casos de sarampo neste ano, até o dia 15 de julho, segundo dados da Secretaria Estadual da Saúde divulgados nesta semana. Ainda segundo a tabela divulgada pela secretaria estadual, Ribeirão Preto é uma das 24 cidades que confirmaram casos neste ano, com um registro da doença confirmado. Porém segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a cidade tem apenas casos suspeitos em 2019, e nenhuma confirmação. O Departamento de Vigilância em Saúde da cidade, por meio da Vigilância Epidemiológica, diz que questionará a Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo sobre o caso que está contabilizado.

Caso do Líbano

Em julho do ano passado, dez anos após não registrar nenhum caso da doença, Ribeirão Preto teve um caso de sarampo importado do Líbano. A paciente era uma profissional de saúde que fazia atendimento humanitário no Líbano, onde teria contraído a doença. Moradora de Dracena, a mulher passou mal ao retornar ao Brasil, durante uma visita à mãe em Ribeirão. Ela foi tratada em abril, e o caso foi divulgado em julho. Foi o segundo caso registrado no Estado de São Paulo em 2018. Segundo a secretaria estadual, ao todo, foram 206 casos no ano passado.

Por meio de nota, a Secretaria Municipal da saúde alega que esse foi o último caso confirmado da doença na cidade. "A Secretaria Municipal da Saúde de Ribeirão Preto informa que há casos suspeitos que estão em investigação, mas até agora, não foi confirmado nenhum caso de sarampo na cidade em 2019". A pasta não informou, porém, quantos casos estariam em análise na cidade.

Vacina

A vacina tríplice viral protege contra sarampo, rubéola e caxumba, e está inclusa na rotina dos postos para crianças. O Programa Nacional de Imunizações (PNI) prevê administração da tríplice viral aos 12 meses, e um reforço aos 15 meses com a tetraviral (sarampo, rubéola, caxumba e varicela).

Os profissionais de saúde das redes pública e privada também devem estar imunizados, considerando a possibilidade de contato com pessoas infectadas. Há contraindicação para gestantes e imunodeprimidos, como pessoas submetidas a tratamento de leucemia e pacientes oncológicos.

 

Confira número de casos, por município, segundo a Secretaria Estadual:

MUNICÍPIOS

Nº DE CASOS

Barueri

1

Caçapava

1

Diadema

1

Fernandópolis

11

Guarulhos

17

Indaiatuba

1

Itapetininga

1

Itaquaquecetuba

1

Mairiporã

4

Mauá

5

Osasco

1

Pindamonhangaba

2

Ribeirão Pires

3

Ribeirão Preto

1

Rio Grande da Serra

2

Santo André

15

Santos

22

São Bernardo do Campo

10

São Caetano do Sul

8

São José dos Campos

1

São Paulo

272

Sorocaba

2

Taboão da Serra

1

Taubaté

1

Total Geral

384

comentários
Folha de Ibitinga
Conheça um pouco mais sobre nós.

leia mais
redes sociais Acompanhe-nos em nossas redes sociais.
whatsapp (16) 98135-4546

Todos os direitos reservados © Folha de Ibitinga 2020 - contato@folhadeibitinga.com.br - telefone: (16) 98135-4546