Ibitinga, Terça, 14 de Julho de 2020
APA Ibitinga celebra 33 anos com programação especial para visitante
Localizada no centro-oeste, Unidade de Conservação protege várzeas formadas pelos rios Jacaré-Pepira e Jacaré-Guaçu
APA Ibitinga celebra 33 anos com programação especial para visitante

  A Área de Proteção Ambiental (APA) Ibitinga, situada no centro-oeste do Estado, completou 33 anos de criação em 20 de janeiro. Em razão do mês de férias, a direção da unidade de conservação mudou a comemoração do aniversário para o início de março.

  Assim, uma programação especial foi elaborada com atividades educativas para promover a sensibilização e a conscientização ambiental dos visitantes, além de informar a população sobre os atributos ambientais do local e a importância da preservação.

Parceiros

  Prefeitura Municipal da Estância Turística de Ibitinga/Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, AES Tietê, Associação Nossa Senhora dos Navegantes, Coordenadoria de Desenvolvimento Rural Sustentável, Usina Santa Fé, Associação Veracidade, Vetiver Consultoria e Serviço Autônomo Municipal de Saúde.

Programação

Curso PROSEAR – Conectando a Educação Ambiental na Bacia do Tietê-Jacaré
Dia: 7 de março de 2020, das 9h às 18h
Local: Rancho Paraíso/Náutico Isabela

Palestra: Ciclo Hidrológico e Visita à Nascente Modelo
Dia: 10 de março de 2020, das 9h às 13h
Local: Projeto Crescer/Centro de Educação Ambiental (Av. do Parque, 317 – Parque Industrial)

Oficina de Miniterrário
Dia: 12 de março de 2020, das 9h30 às 13h
Local: Av. do Parque, 317 – Parque Industrial

Pedágio Ambiental
Atividade de conscientização da população sobre a importância da APA Ibitinga, com informações sobre a Operação Corta-Fogo e o fomento à educação em saúde ambiental sobre o Aedes aegypti (prevenção e combate), além da doação de mudas.
Dia: 14 de março de 2020, das 9h30 às 13h
Local: Praça Rui Barbosa

Proteção

   A APA Ibitinga foi criada com objetivo o de proteger as várzeas formadas pelos rios Jacaré-Pepira e Jacaré-Guaçu, abrangendo uma área de 64.900 hectares. Nessas áreas alagadas, denominadas pela população local como ‘Pantaninho’ (várzea do Rio Jacaré-Pepira) e ‘Varjão’ (várzea do rio Jacaré-Guaçu), ocorrem importantes remanescentes de vegetação em estágio avançado de regeneração e a fauna a ela associada, como tamanduá-mirim, veado campeiro, lobo guará, onça parda, além de diversas espécies de aves e peixes, algumas delas ameaçadas de extinção.

  No local, são encontradas muitas espécies nativas da fauna, mamíferos como lobo-guará, gato-do-mato, veado-mateiro, onça-parda, tamanduá-mirim e bandeira, macaco-prego, mão-pelada, ema e anta são encontrados na região.

Também vivem na região as grandes sucuris, “rainhas” dos rios da APA, espécies de abelhas e aves como biguás, tuiuiús, cabeças-secas, colhereiros, martin-pescadores, patos selvagens, além do espada-azul e o mandi-serrote, e espécies de peixes apenas encontradas no reservatório de Ibitinga.

 

Fonte: Governo do EStado de São Paulo

comentários
Folha de Ibitinga
Conheça um pouco mais sobre nós.

leia mais
redes sociais Acompanhe-nos em nossas redes sociais.
whatsapp (16) 98135-4546

Todos os direitos reservados © Folha de Ibitinga 2020 - contato@folhadeibitinga.com.br - telefone: (16) 98135-4546