Ibitinga, Quinta, 29 de Outubro de 2020
Vereadores enviam denúncia de licitação para o Ministério Público
Suposta compra irregular de álcool em gel foi questionada em documento enviado para a Promotoria

  Um ofício aprovado na Câmara de Vereadores, no último dia 04, foi enviado para a promotoria do Ministério Público de Ibitinga, relatando suposta irregularidade em processos de dispensa de licitação para aquisição de insumos para o combate do COVID-19.

 Na denúncia, está relatado a suposta compra superfaturada, de galões de álcool em gel, de 5 litros, por R$ 210,00 cada. Uma comparação identificou, que a mesma empresa, vendeu o mesmo produto na mesma época dos fatos, para a prefeitura de  Santa Ernestina, por um valor abaixo; R$ 75,00 cada galão de 5 litros.

  O ofício ressalta ainda, que o produto objeto da licitação, solicitado pela Secretaria de Educação de Ibitinga, foi adquirido após serem suspensas as aulas, o que demostra a desnecessária a urgência da compra dos produtos. O prazo emergencial para a entrega dos produtos é outro ponto questionado no documento, pois muitas empresas não puderam participar das cotações devido ao prazo de entrega, que depois de feito a negociação, foi  ampliado, segundo o documento.

 O outro lado

   No Facebook, a prefeita Cristina Arantes tornou público que não houve irregularidade e que o funcionário de carreira que fez a aquisição do produto irá justificar a compra pelo valor citado. “Será tudo explanado tão logo o funcionário tenha explicação”, disse a prefeita nas redes sociais.

comentários
Folha de Ibitinga
Conheça um pouco mais sobre nós.

leia mais
redes sociais Acompanhe-nos em nossas redes sociais.
whatsapp (16) 98135-4546

Todos os direitos reservados © Folha de Ibitinga 2020 - contato@folhadeibitinga.com.br - telefone: (16) 98135-4546