Ibitinga, Quarta, 17 de Outubro de 2018
ELEIÇÕES IX

Domingo haverá o 1º Turno das eleições para Presidente, Governadores, Senadores (2), Deputados Federal e Deputados dos Estados e do Distrito Federal.

  Na urna eleitoral você votará na seguinte ordem:

Deputado Federal – com quatro números – confira e aperte confirme.

Deputado Estadual – com cinco números – confira e aperte confirme.

Senador – 1ª Vaga – com três números – confira e aperte confirme.

Senador – 2ª Vaga – com três números – confira e aperte confirme.

Governado – dois números – confira e aperte confirme e, por último,

Presidente – também com dois números – confira e aperte confirme.

  Não deixe de levar o seu título eleitoral e um documento, com foto. Pode levar, também o e-Título, que pode ser baixo no seu celular, em qualquer celular. Se já fez biometria, a sua foto estará visível.

  Vamos fazer uma grande festa, em paz e respeitando todas as ideologias, correntes e, principalmente, ter a convicção que somos uma só Nação e um só povo.

  As últimas pesquisas eleitorais indicam um crescimento do candidato Bolsonaro (PSL), em detrimento das demais candidaturas, especialmente do Haddad (PT), que caiu um ponto, como vários baldes de água fria na campanha petista.

  Os políticos atuais, criaram e caracterizaram Bolsonaro e os eleitores, ao que parece, encarnaram no candidato, a própria pessoa, sofrida, que vêm, diariamente tantas falcatruas, economia em frangalhos, o fisiologismo, especialmente do chamado Centro. Portanto, são contra o atual sistema, contra os atuais políticos, embora muitos vão ser reeleitos.

  O problema de Bolsonaro, acaso vença, será a governabilidade. Precisará ele, do apoio Congresso, para implementar reformas necessárias, pois o povo brasileiro não abrirá mão da democracia, disso tenho certeza.

  Mas Geraldo Alckmin (PSDB), Ciro Gomes (PDT), Marina Silva (REDE), foram as grandes decepções, porque não conseguiram fazer o contraponto que Bolsonaro (PSL), conseguiu fazer, não de hoje, mas vinha fazendo a muito tempo, com casos polêmicos, tanto que acabou recebendo um apoio massivo das Igrejas Evangélicas, conservadoras em temas caros como a questão de gênero, aborto, sexo, onde o candidato, fica muito à direita e está afinado com esse segmento religioso.

  Na última pesquisa, DataFolha (02/10), as explicações detalhadas dão conta de que Bolsonaro cresce em todos os segmentos, especialmente nos eleitores petistas.

  Nessa eleição o candidato tradicional imaginava (como Geraldo Alckmin, por exemplo), da necessidade de uma grande aliança, para ter tempo de rádio e TV e isso faria a diferença. Deu com os burros n´água. O eleitorado está muito ligado em WhatsApp, Facebook, Youtube,    Twitter – não sabendo ainda – os analistas mais conceituados, se realmente essa nova mídia teve papel fundamental para a subida de Bolsonaro, que a utilizou de forma mais eficiente.

  Mas devemos tomar cuidados com notícias repassadas por esses veículos, pois há muita bobagem e coisas falas, designadas como FAKES. Por isso, antes de repassar, verifique a veracidade da matéria. Isso pode ser feito por canais da internet e até mesmo pelo google. 

   Você pode votar, em todos os candidatos. Num candidato só. Num Senador. Em branco ou nulo (o que – particularmente – sou contra) mas, pode fazê-lo. Tem notícias falsas de que pessoas que vão trabalhar no pleito teriam dito que se votar num só candidato, o voto é nulo. Bobagem. Isso é mentira e a Justiça Eleitoral, não faria isso, jamais, posto que constituída de Juízes e Membros do Ministério Público. Quanto a urna, temos a garantia de que é absolutamente segura.

  No dia da votação, antes da emissão da “zerézima”, algumas seções eleitorais receberão visita de equipe do Cartório a qual realizará auditoria de funcionamento das urnas eletrônicas. O procedimento poderá ser acompanhado por representantes do Ministério Público, da Ordem dos Advogados do Brasil e dos partidos políticos. Caso a seção eleitoral tenha sido sorteada para a auditoria, registre a ocorrência em ata.

  Essa “zerézima” é a constatação, através de emissão de uma fita, que comprova a inexistência de votos dentro da urna – isto é – deverá estar “zerada” em votos.

  Quando do final da votação, além da Ata da Mesa Receptora e de Registro de eventuais ocorrências, no decorrer dos trabalhos, será emitido o chamado Boletim de Urna (BU). 

  O código impresso no BU pode ser escaneado e decodificado pela maioria dos aparelhos celulares que têm câmera fotográfica e aplicativo para leitura de QR Code fornecido pela Justiça Eleitoral. Esse código mostra os dados de apuração da seção eleitoral contidos no Boletim de Urna. Assim, qualquer cidadão poderá comparar o Boletim de Urna gerado na seção eleitoral com o Boletim de Urna eletrônico disponibilizado no portal do TSE (www.tse.jus.br). Esse procedimento demonstra transparência da eleição e atesta a credibilidade da urna eletrônica. Vias do Boletim de Urna (BU), do Boletim de Justificativa (BUJ) e do Boletim de Identificação de Mesários (BIM). A urna imprime cinco vias obrigatórias do BU, uma via do BUJ e uma via do BIM. Pode-se imprimir até cinco vias extras do BU se solicitadas por partidos políticos, coligações, imprensa ou Ministério Público. O presidente deve assinar todas as vias do BU e do BUJ, assim como os mesários, além dos fiscais que o desejarem.

  Cada eleitor pode fiscalizar o pleito. Fotografar alguma ilegalidade e enviar à Justiça Eleitoral.

  Vamos ao pleito. O Brasil precisa de união e crescimento. O caminho, para isso, numa democracia, é todo o processo eleitoral e sua normalidade.

  Acerte seu voto, no candidato de sua preferência. 

comentários Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Folha de Ibitinga
Conheça um pouco mais sobre nós.

leia mais
redes sociais Acompanhe-nos em nossas redes sociais.
whatsapp (16) 98135-4546

Todos os direitos reservados © Folha de Ibitinga 2018 - contato@folhadeibitinga.com.br - telefone: (16) 98135-4546