Ibitinga, Quinta, 24 de Janeiro de 2019
TUDO NO SEU TEMPO

   Em nossas vidas não é nada difícil, imaginarmos que nada dá certo; o emprego está fora de cogitação; falta dinheiro, para o final do ano e o décimo-terceiro, não vai nem cair na conta. Calma. Tudo no seu tempo. 

   Dê um escritor mineiro, Fernando Sabino, tem uma crônica em que ela escreve:

 - Como dizia meu Pai:

 - No fim dá tudo certo. Se não deu certo ainda, é porque não chegou o fim.

Bem se não é exatamente isso, essa é a ideia. No fim, dá tudo certo. 

 - A morte, é certa. 

 - Se o cafezinho foi bom, melhor não aceitar o segundo: será sempre pior que o primeiro.

 -  Meu filho, tudo que é bem feito se faz com os dedos, não com as mãos.

 -  Mais vale um apertinho agora que um apertão o resto da vida.

 - Negócio demorado acaba não saindo.

 - Dinheiro bom, em coisa boa.

 - Antes de entrar, veja por onde vai sair.

 - O que não tem solução, solucionado está.

 - As coisas são como são e não como deviam ser. Ou como gostaríamos que fossem.

   As palavras de Sabino servem, para muitas ocasiões, em nossas vidas. Gosto muito da frase: “antes de entrar, veja por onde vai sair”. Normalmente se entra numa fria, para agradar alguém, algum amigo ou amiga e, literalmente, não tem como sair.

   E o tempo – agora – já é quase da colheita de 2018. Não da lavoura, mas, dos acontecimentos do ano. E que ano!! Tenho uns amigos que dizem: “Pensa num ano!!! É desse que estão falando. Mas, se não deu certo, ainda, é porque não chegou o fim. Vai chegar e bem. Há a esperança.

   Para não ficar só na literatura mundana, você consegue ler, no Livro dos Livros, em Eclesiastes 3 – 1-22:

   Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.

   Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou; Tempo de matar, e tempo de curar; tempo de derrubar, e tempo de edificar;

   Tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar;
   Tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar, e tempo de afastar-se de abraçar;

   Tempo de buscar, e tempo de perder; tempo de guardar, e tempo de lançar fora; Tempo de rasgar, e tempo de coser; tempo de estar calado, e tempo de falar;
   Tempo de amar, e tempo de odiar; tempo de guerra, e tempo de paz. Que proveito tem o trabalhador naquilo em que trabalha? Tenho visto o trabalho que Deus deu aos filhos dos homens, para com ele os exercitar. Tudo fez formoso em seu tempo; também pôs o mundo no coração do homem, sem que este possa descobrir a obra que Deus fez desde o princípio até ao fim. Já tenho entendido que não há coisa melhor para eles do que alegrar-se e fazer bem na sua vida; E também que todo o homem coma e beba, e goze do bem de todo o seu trabalho; isto é um dom de Deus. Eu sei que tudo quanto Deus faz durará eternamente; nada se lhe deve acrescentar, e nada se lhe deve tirar; e isto faz Deus para que haja temor diante dele. O que é, já foi; e o que há de ser, também já foi; e Deus pede conta do que passou. Vi mais debaixo do sol que no lugar do juízo havia impiedade, e no lugar da justiça havia iniquidade. Eu disse no meu coração: Deus julgará o justo e o ímpio; porque há um tempo para todo o propósito e para toda a obra. Disse eu no meu coração, quanto a condição dos filhos dos homens, que Deus os provaria, para que assim pudessem ver que são em si mesmos como os animais. Porque o que sucede aos filhos dos homens, isso mesmo também sucede aos animais, e lhes sucede a mesma coisa; como morre um, assim morre o outro; e todos têm o mesmo fôlego, e a vantagem dos homens sobre os animais não é nenhuma, porque todos são vaidade. Todos vão para um lugar; todos foram feitos do pó, e todos voltarão ao pó.
Quem sabe que o fôlego do homem vai para cima, e que o fôlego dos animais vai para baixo da terra? Assim que tenho visto que não há coisa melhor do que alegrar-se o homem nas suas obras, porque essa é a sua porção; pois quem o fará voltar para ver o que será depois dele?

Quando fizer o bem, faça-o aos poucos. Quando for praticar o mal, é fazê-lo de uma vez só.

Maquiavel

 

 

comentários Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Folha de Ibitinga
Conheça um pouco mais sobre nós.

leia mais
redes sociais Acompanhe-nos em nossas redes sociais.
whatsapp (16) 98135-4546

Todos os direitos reservados © Folha de Ibitinga 2019 - contato@folhadeibitinga.com.br - telefone: (16) 98135-4546