Ibitinga, Sexta, 04 de Dezembro de 2020
Ibitinga: Expectativa é retomada do emprego e renda no 2º semestre
Vendas pela internet está gerando retomada na produção. Prorrogação da suspensão do contrato de trabalho já não assunta mais
Ibitinga: Expectativa é retomada do emprego e renda no 2º semestre

  A pandemia do novo corona-vírus é apontada como a responsável pelo desempenho negativo do mercado de trabalho do Brasil. Desde o início da cri-se na saúde, em março, a queda do trabalho com registro em carteira foi acentuada. Em Ibitinga não foi diferente, apresentando a retomada do saldo positivo só no mês de junho. Agora, daqui até dezembro, o jogo virou.

 “De uma regra geral, está faltando mão-de-obra de Ibitinga”, explicou Vilercio Constanti, empresário e presidente do SINDICOBI (Sindicato das Indústrias e do Comércio do Bordados de Ibitinga). “Vai ter uma crescimento exponencial de vagas de emprego”, explicou Vilercio, avaliando a necessidade da contratação de trabalhadores, devido o aumento na produção da indústria de bordados, que já deve estar seguindo a alta da demanda de vendas de produtos fabricados em Ibitinga e despachados para todo o Brasil. O aquecimento do setor da Indústria, movimenta toda a economia da cidade.

  De acordo com a diretoria do SINTRACOBI (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Confecções e Bordados de Ibitinga), as vagas perdidas em março, em torno de 15%, poderão ser recuperadas até o mês de dezembro. “Agora tende a aumentar o número de registro em carteira, porque entramos em um período que as pessoas vão adquirir os produtos da nossa indústria. Daqui pra frente, depois de setembro, é o auge das vendas”, explicou Cássia Bufelli, Secretária de Finanças do SINTRACOBI.

  Cássia ainda vê com bons olhos esta época, que coloca um fim no sentimento de insegurança, por parte dos trabalhadores, frente o decreto federal, de 14 de julho, que permite a prorrogação da suspensão do contrato de trabalho, que aconteceu no país por 60 dias, em maio e junho, e que agora, poderia ser posto em prática; porém, em Ibitinga não está havendo a necessidade, devido o aquecimento das vendas.

E-commerce

   Ainda sem dados oficiais, é notório o aumento de vendas on-line, em Ibitinga. Plataformas como Mercado Livre e OLX, possuem vendedores cadastrados, que mesmo de forma informal, por conta própria, compram no comércio ou fábricas de Bordados e vendem na internet para despachar as mercadorias pelos Correios ou por transportadoras. Grandes lojas de Ibitinga também aderiram a venda na internet.

   “Eu acredito que o universo possa ser muito grande. Como houve um crescimento muito grande da vendas na internet, o Mercado Livre começou a travar esses vendedores sem nota, com grande volume de vendas”, explicou Valdeci Novelli Theodoro, da ContNet Contábeis.

  Quem chama a atenção e atinge certo limite de vendas nessas plataformas de vendas on-line, têm 72 horas para apresentar um CNPJ, ou um Certificado Digital. Para o contador, só essa demanda que está com vendas acima do tolerado é que estão procurando serviços contábeis para abrir empresas e sair da informalidade. “Tivemos uma procura muito grande, de pessoas que querem se regularizar. Eu cálculo que na nossa cidade possa ter entre 400 a 500 pessoas que vendem na internet, mas pode ser muito mais”, disse.

comentários
Folha de Ibitinga
Conheça um pouco mais sobre nós.

leia mais
redes sociais Acompanhe-nos em nossas redes sociais.
whatsapp (16) 98135-4546

Todos os direitos reservados © Folha de Ibitinga 2020 - contato@folhadeibitinga.com.br - telefone: (16) 98135-4546